Vida sexual: quais são os 5 problemas mais comuns?

A vida sexual de qualquer pessoa — homens e mulheres — é feita de pontos positivos, mas também de momentos de baixa, que podem ser consequência de vários fatores da nossa rotina ou saúde.

Os problemas que surgem na vida sexual podem ter muitas causas diferentes. O estilo de vida da pessoa, seus cuidados com a saúde e até mesmo o avanço da idade estão entre as principais.

tratamentos

Neste artigo, vamos conhecer quais são os problemas sexuais mais comuns para os homens. Que tal conferir e se informar?

1. Problemas fisiológicos que afetam a vida sexual

Alguns problemas fisiológicos também podem prejudicar a vida sexual do homem. Assim, alguns deles acontecem ao longo da vida, enquanto outros estão presentes desde o nascimento.

Como exemplo, existem alterações fisiológicas na região peniana ou do saco escrotal. Elas podem trazer dificuldades para que o homem obtenha uma ereção adequada.

Então, é fundamental que, assim que perceber um problema de ereção, o homem procure um médico especialista em saúde sexual feminina.

Afinal, somente este profissional é capaz de avaliar o caso e identificar a real causa do problema, propondo uma solução eficaz.

2. Problemas metabólicos

O metabolismo também é um fator importante quando falamos sobre vida sexual do homem. Afinal, se os hormônios não estão equilibrados, eles podem causar uma verdadeira dor de cabeça para o indivíduo.

Alguns problemas metabólicos, especialmente relacionados com a produção hormonal, podem ter muita relação com a dificuldade de manter uma relação sexual saudável.

A produção baixa de testosterona, por exemplo, pode influenciar inclusive na falta de libido masculina. Assim, o ato sexual se torna até mesmo indesejado por alguns pacientes.

E os hormônios podem ser afetados por uma série de fatores ao longo da vida do homem. Veja quais são eles:

Envelhecimento afeta a vida sexual

Um dos fatores que afeta os hormônios é o envelhecimento. Assim, à medida que os anos passam, o homem tem uma redução natural das taxas de testosterona.

Embora seja natural, esta queda traz consequências. Uma delas é a perda de desejo sexual, também chamada de transtorno do desejo sexual hipoativo.

Portanto, à medida que o homem envelhece, é importante que ele busque um especialista para monitorar esses índices hormonais e propor reposição assim que houver qualquer alteração.

Doenças que afetam a vida sexual

Também não podemos nos esquecer de que algumas doenças geram alterações hormonais importantes. Esse é o caso da diabetes, por exemplo.

Porém, a diabetes é apenas um dos muitos exemplos. Várias doenças crônicas, que são bastante comuns após os 40 anos, causam algum tipo de alteração metabólica.

Em outros casos, a doença não altera tanto o metabolismo. No entanto, os remédios necessários para seu controle inibem o desejo e a performance sexual.

Então, caso o paciente tenha qualquer diagnóstico de doença crônica ou precise tomar medicações de uso contínuo, é importante que ele faça um acompanhamento com um especialista em saúde sexual masculina.

Drogas legais e ilegais

Álcool, cigarro e até mesmo alguns esteroides para favorecer o crescimento de músculos são considerados drogas legais no Brasil.

Porém, isso não muda o fato de que elas causam prejuízos à saúde e afetam também o desempenho sexual.

O álcool, por exemplo, desequilibra os níveis de hormônios como testosterona, serotonina e progesterona. Portanto, ele dificulta o fluxo sanguíneo e, consequentemente, a ereção.

Por sua vez, o cigarro tem um impacto negativo fortíssimo para todo o sistema circulatório. Um único cigarro é suficiente para contrair todos os vasos sanguíneos do corpo.

Se os vasos sanguíneos ficam mais estreitos, isso significa que o coração precisa fazer um esforço muito maior para levar o sangue até as extremidades, incluindo o pênis.

Portanto, com o tempo, o organismo elege suas prioridades. Em vez de exigir que o coração faça um esforço tão grande, ele prefere não encher as cavidades do pênis, causando a impotência.

Nós falamos até aqui das drogas lícitas, que podem ser compradas em qualquer lugar do Brasil. Porém, as drogas ilícitas têm um efeito semelhante ou pior quando comparadas a essas.

3. Insegurança e medo

A insegurança ou o medo são dois fatores que podem influenciar a vida sexual do homem, trazendo impacto para seus relacionamentos.

Várias causas levam à insegurança. Portanto, o homem pode se sentir inexperiente, acreditar que não está satisfazendo a parceira ou ainda ter vergonha do próprio corpo.

O medo, por sua vez, pode ser também relacionado com todos esses fatores. No entanto, ele pode ter um substrato mais profundo, como receios com relação à saúde.

Para algumas pessoas, a prática sexual está relacionada a algum tipo de fobia. Assim, isso se expressa no momento do relacionamento íntimo, causando insatisfação.

4. Ansiedade e estresse afetam a vida sexual masculina

A ansiedade é considerada, atualmente, um dos grandes problemas de saúde do século. O estresse, por sua vez, também está bastante presente em nossas vidas.

Com rotinas cada vez mais intensas e muita cobrança por parte de todos — inclusive de nós mesmos —, é natural que homens e mulheres adultos sofram com quadros de ansiedade e estresse graves.

Para o homem, a ansiedade pode refletir diretamente na vida sexual. Afinal, ela pode levar ao desenvolvimento de quadros mais graves, como a ejaculação precoce ou a impotência.

Especialmente quando falamos de homens jovens, a relação entre ansiedade e esses distúrbios sexuais é bastante frequente.

Portanto, assim que o homem começa a perceber essas dificuldades, ele precisa procurar um especialista.

Assim, ele poderá investigar a verdadeira causa do problema e, de acordo com o resultado, será encaminhado ao tratamento mais adequado.

5. Inexperiência no relacionamento afetivo e sexual

A inexperiência, apesar de não poder ser apontada como um problema para a vida sexual masculina, pode ter influência na sua capacidade de manter uma relação sexual saudável.

Afinal, a inexperiência pode causar outros problemas, como a ansiedade, insegurança e medo. Eles, por sua vez, terão um impacto no relacionamento.

Por isso, apesar de precisarem de tempo para aprender a lidar com seus sentimentos, os homens inexperientes podem enfrentar maior dificuldade com os problemas na vida sexual.

Esses são alguns dos problemas mais comuns da vida sexual masculina. Quais deles já fizeram parte da sua trajetória ou impactam seus relacionamentos ainda hoje? Marque sua avaliação e encontre a solução.

Rate this post
tratamentos