Sobrepeso influencia na disfunção erétil?

Atualmente, mais da metade da população brasileira está fora de seu peso ideal. Além dos muitos prejuízos à saúde, essa condição traz ainda um questionamento: afinal, o sobrepeso influencia na disfunção erétil? Qual é o tamanho do impacto dos quilos a mais sobre a saúde sexual masculina?

Se você também tem dúvidas sobre esse assunto, está um pouco acima do peso ou está percebendo que seu desempenho sexual já não é como antes, continue a leitura! Vamos desvendar este assunto de uma vez por todas.

tratamentos

O sobrepeso influencia na disfunção erétil?

Antes de falarmos especificamente da saúde sexual masculina, é importante destacar: o sobrepeso pode impactar diretamente na qualidade de vida das pessoas, de maneira geral.

Por isso, mesmo que homens magros também possam sofrer de disfunção erétil, existe um conjunto de fatores que contribui, direta e indiretamente, para a manifestação de problemas sexuais em homens obesos ou com sobrepeso.

Quer entender melhor? Veja a seguir!

Obesidade como doença e sua influência na vida sexual

Vale a pena destacar que a obesidade, em si, é uma doença crônica que traz diversas consequências para o organismo.

Assim, aquele tecido adiposo, formado de células de gordura, não apenas aumenta o volume do corpo. Ele desencadeia uma série de processos metabólicos.

O tecido adiposo funciona como uma verdadeira usina de hormônios. Portanto, à medida que ele aumenta, ele altera o equilíbrio do organismo, fazendo com que a produção dessas substâncias fique completamente desregulada.

Isso tem impacto no desenvolvimento de uma série de doenças. Por isso, a incidência de diabetes, aterosclerose, apneia do sono, esteatose hepática, entre outras, é muito mais comum em pessoas obesas.

Veja como o acúmulo de gordura, chegando ao sobrepeso ou obesidade, impacta no funcionamento do nosso organismo e no desenvolvimento de disfunções sexuais.

Sobrepeso influencia na disfunção erétil devido a alterações hormonais

Provavelmente, você já ouviu que o principal hormônio masculino é a testosterona. Na puberdade, ela faz com que o menino desenvolva características de homem e, na fase adulta, controla as funções sexuais.

Níveis normais de testosterona são fundamentais para uma boa performance sexual, embora outros fatores possam causar disfunções nessa área.

Porém, à medida que a pessoa aumenta seu percentual de gordura no organismo, ela altera sua produção de hormônios, inclusive de testosterona.

As células que produzem a testosterona se localizam nos testículos. No entanto, para que elas façam seu trabalho, elas precisam receber estímulos de outros hormônios, principalmente os produzidos pela hipófise, que fica no cérebro.

Quando o homem está acima do peso, o corpo percebe que agora ele tem algumas necessidades diferentes, outras prioridades. Diante disso, o estímulo que essas células recebem também se altera, reduzindo a produção de testosterona.

Como se isso não bastasse, o homem obeso tem um desequilíbrio na conversão de testosterona e androstenediona (hormônios masculinos) em estradiol e estrona (hormônios femininos).

Normalmente, o organismo masculino converte uma porcentagem ínfima desses hormônios masculinos em femininos. Porém, com o aumento do peso corporal, essa conversão se torna maior, prejudicando seu desempenho sexual.

Sem a quantidade adequada de testosterona, o homem pode ter disfunção erétil. E não é só isso! Ele também sofre com alterações na formação de espermatozoides e diminuição da libido.

Surgimento de disfunção erétil devido ao uso de medicamentos

Como já falamos, a obesidade desencadeia outras doenças como problemas cardiovasculares e diabetes. Então, como resultado, o homem precisa tomar medicamentos para essas doenças crônicas.

Assim, outro ponto importante que relaciona o sobrepeso com a disfunção erétil diz respeito ao uso de medicamentos.

Um homem com excesso de peso relevante tende a precisar do uso frequente de medicamentos, por causa dos efeitos do sobrepeso. Essa utilização contínua também pode afetar a qualidade da ereção.

Obesidade afeta a autoestima e a saúde sexual

Nós, que atuamos na área de saúde, entendemos que o combate à obesidade é uma questão fundamental para o bem-estar do indivíduo. Trata-se de uma ação para prevenir e reverter doenças.

No entanto, a sociedade não olha o sobrepeso exatamente por essa ótica. Ela adiciona uma pressão estética inegável, que faz com que muitas pessoas obesas tenham sua autoestima abalada.

Portanto, o indivíduo que está acima do peso pode não gostar do próprio corpo. Muitas vezes, ele fica tímido ao se aproximar das mulheres, por temer a rejeição. Pode sentir vergonha de tirar a roupa na frente da parceira.

Esse estado mental de apreensão, ansiedade e uma imagem corporal negativa também afetam seu desempenho sexual. Preocupados com a aparência, muitos pacientes enfrentam dificuldades de ereção devido a fatores psicológicos.

Sobrepeso influencia na disfunção erétil devido à má circulação

Finalmente, um dos principais fatores que relaciona a obesidade à disfunção erétil é a má circulação. Deixamos este aspecto por último, mas no entanto ele é um dos principais causadores de problemas sexuais.

Afinal, quando estamos fora do peso ideal para o nosso tipo físico, aumentam consideravelmente as chances de problemas circulatórios.

E como já dissemos em outros conteúdos informativos, a ereção depende da boa circulação sanguínea para manter-se adequada. Só assim a relação sexual acontece de forma satisfatória.

Como impedir que o sobrepeso e a obesidade afetem a vida sexual?

Como você viu, o sobrepeso influencia na disfunção erétil e a vida sexual, além de causar diversas doenças. Portanto, manter-se dentro do peso ideal é sobre saúde, e não estética.

Embora a disfunção erétil possa afetar pessoas magras, as chances de desenvolver um problema sexual são muito maiores quando a pessoa está obesa.

Então, o melhor caminho é buscar ajuda com profissionais especializados e tratamentos personalizados.

Assim, se você está com sobrepeso e já começou a sentir os efeitos deste problema na sua vida sexual, não espere mais. Busque um médico especializado e uma equipe multidisciplinar para obter um plano de emagrecimento saudável.

Por outro lado, também não descarte outras causas de problemas sexuais, como a disfunção erétil.

O urologista é o especialista mais adequado para conduzir essa investigação e propor soluções para que você tenha uma vida sexual cada vez mais satisfatória.

Entendeu como o sobrepeso influencia na disfunção erétil? Quer saber mais sobre a impotência sexual? Então, continue aqui no blog e confira nosso artigo completo sobre esse assunto.

Rate this post
tratamentos