Saiba o que pode estar causando seu problema de ereção

É certo dizer que a impotência começa a surgir a partir dos 40 anos? Na maioria das vezes, sim. Porém, não é a idade que causa o problema de ereção.

Dificuldades sexuais, inclusive as relacionadas à ereção, podem em qualquer momento da vida.

tratamentos

A impotência está também relacionado a problemas de saúde e bem-estar.

Assim, lesões da medula espinhal, sedentarismo, baixos níveis de testosterona, entre outros exemplos, podem levar aos problemas de ereção.

O que é o problema de ereção?

O problema de ereção ocorre quando um homem tem dificuldade de iniciar a penetração pois o pênis não fica totalmente rígido, ou não consegue manter a ereção durante o ato.

Isso tende a afetar a autoestima, agravando mais ainda o problema. Assim, o constrangimento gera a insegurança, que também é um fator muito comum para o problema de ereção.  

Embora poucos homens admitam o problema, a dificuldade de ereção é mais comum do que se imagina.

Porém, existe uma boa notícia. Após ser diagnosticado por um especialista, o problema de ereção pode ser tratado.

Quais são as causas do problema de ereção?

Existem diferentes causas para o problema de ereção. Então, ao contrário do que muitos pensam, não se trata apenas de uma questão psicológica.

Na maioria das vezes, as causas da disfunção erétil são orgânicas, ou seja, estão no próprio corpo, e não na cabeça. Veja alguns exemplos:

Uso de drogas lícitas e ilícitas

O fato de uma droga ser lícita, como o álcool e o cigarro, não muda o fato de que ela traz prejuízo à saúde.

Portanto, diversos homens não conseguem ter uma boa ereção porque têm o hábito de fumar, beber ou mesmo consumir outras drogas.

Os anabolizantes usados por homens que desejam ter crescimento da massa corporal também podem gerar esse efeito.

Portanto, uma série de substâncias psicoativas impedem uma boa ereção, assim como alguns medicamentos.

Problemas cardiovasculares

Uma das principais causas de disfunção erétil está relacionada a problemas cardiovasculares.

Afinal, para o pênis ficar ereto, ele precisa ser preenchido com sangue. E o sangue não chega a ele na quantidade adequada se houver barreiras nas veias, por exemplo.

Então, a aterosclerose (entupimento dos vasos sanguíneos) e colesterol alto estão entre as causas do problema de ereção.

Alterações hormonais e problema de ereção

Nosso metabolismo é bastante complexo e, para o corpo funcionar normalmente, é preciso que os hormônios trabalhem de forma harmônica.

No entanto, diversas situações causam alterações hormonais. Algumas delas são o hipotireoidismo, diabetes e síndrome metabólica, por exemplo.

Além disso, alguns homens têm mais dificuldade para produzir testosterona. Então, eles têm uma redução da libido e dificuldade de ereção.

Obesidade

A obesidade está relacionada aos problemas de ereção por uma série de motivos. Ela sempre é uma condição que afeta outros aspectos do organismo.

Afinal, a gordura não forma apenas um acúmulo de células. Esse tecido adiposo funciona como uma verdadeira usina de hormônios.

Assim, ao produzir esses hormônios, a gordura desequilibra todo o sistema hormonal. Inclusive, ela converte parte da testosterona (hormônio masculino) em hormônios femininos.

Transtornos mentais

Por favor, não se assuste com a palavra transtornos mentais, até porque eles são bastante comuns.

Na verdade, esses transtornos envolvem desde o estresse do dia a dia, que pode prejudicar a vida sexual, até uma depressão severa, passando por muitos outros quadros.

Portanto, sempre que o homem é afetado por transtornos mentais, ele pode ter disfunções sexuais.

Isso pode acontecer tanto devido à ansiedade, ao estresse do trabalho, ao desemprego por um período prolongado, quanto a inseguranças mais profundas e traumas do passado.

Neste caso, o tratamento psicológico ou psiquiátrico (muitas vezes, uma combinação do dois) costuma solucionar o problema.

O grande erro de muitos, no entanto, é supor que seu problema de ereção tem causas meramente psicológicas.

Assim, eles buscam apenas essa alternativa de tratamento, mas ignoram que outras questões orgânicas também estão causando o problema.

Como recuperar a capacidade de ereção?

O primeiro passo para tratar o problema de ereção é a identificação do que está causando esta disfunção sexual.

Como você viu no tópico acima, existem diversas causas. Então, cada uma delas exige um tratamento específico.

Algumas vezes, é necessário combinar linhas diferentes de tratamento para obter um resultado efeito.

Portanto, a avaliação precisa ser feita com bastante critério. O primeiro passo é marcar uma consulta com um médico especialista em saúde sexual masculina.

Na consulta, o médico poderá diagnosticar de forma eficiente e indicar o melhor tratamento para o problema de ereção.

Conheça alguns métodos aplicados no tratamento de problemas de ereção. Os 3 principais são:

Mudanças de hábito

Fumar, beber e usar drogas devem ser os primeiros hábitos a serem cortados quando se trata do tratamento para problema de ereção.

Todos esses hábitos causam diversas reações no organismo. Alguns deles dificultam o fluxo sanguíneo no pênis. Assim, ele não fica rígido para a relação sexual.

Além disso, outros hábitos também interferem na qualidade da ereção. Entre eles estão a alimentação e a prática de exercícios.

Portanto, o médico indica uma reeducação do estilo de vida para que o corpo tenha condições de responder de forma adequada ao estímulo sexual.

Psicoterapia e psiquiatria para problema de ereção

Quando a identificação do problema de ereção for psicológica, como insegurança ou medo, o ideal é procurar um especialista em saúde mental.

Assim, o paciente tem acesso a um tratamento ajuda no processo da reconstrução da autoestima.

O profissional tem como missão levar o paciente à compreensão da causa da impotência sexual e ao desenvolvimento de estratégias para superá-la.

Em casos mais específicos, será feita a indicação para o psiquiatra, que tratará o problema de ereção com medicamentos.

Medicamentos orais

Com o acompanhamento de um profissional, os medicamentos orais se tornam uma solução para os problemas de ereção, que ajudam no mecanismo erétil funcionar melhor.

Os medicamentos agem direto na pressão arterial. Assim, eles abrem caminho para o sangue que vai para o pênis.

Ao contrário do que muitos pensam, os medicamentos não são afrodisíacos e necessitam de estimulação sexual para funcionar. Porém, eles ajudam a manter a ereção.

O problema de ereção é mais comum do que parece, e muitos homens têm receio em conversar sobre o assunto ou procurar ajuda especializada.

Infelizmente, a dificuldade para admitir e corrigir o problema impede que tenham uma vida sexual ativa por anos.

Se você também sofre com este problema, lembre-se de que os especialistas existem para ajudá-lo a ter uma vida sexual saudável.

Então, não perca mais tempo e nem se prive da satisfação sexual e emocional. Entre em contato com Lifemen e recupere o prazer.

5/5 - (1 vote)
tratamentos