Causas que levam à impotência sexual: você sabe quais são elas?

O que fazer quando o desempenho sexual já não é o mesmo e as ereções se tornam cada vez mais difíceis? A melhor solução é sempre entender as causas que levam à impotência sexual e buscar o tratamento apropriado para eliminá-las.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a impotência sexual nem sempre é causada por um problema psicológico. Muito pelo contrário. Embora em uma parcela pequena dos homens esse fator seja predominante, essa disfunção se desenvolve principalmente por motivos fisiológicos.

tratamentos

Então, que tal entender melhor a impotência sexual e suas causas? Continue a leitura para saber mais!

Quais são as causas que levam à impotência sexual?

A impotência sexual ou disfunção erétil se torna mais comum a partir dos 40 anos. Porém, este problema pode acontecer com qualquer homem, em qualquer idade.

Como já mencionamos acima, o problema na maioria das vezes está relacionado a fatores físicos, mas também pode ter fundos emocionais. As causas mais comuns que levam à impotência sexual são:

  • Problemas vasculares
  • Doenças hormonais
  • Tabagismo
  • Alcoolismo
  • Uso excessivo de remédios
  • Diminuição da libido
  • Traumas e Insegurança
  • Depressão

Essas são alguns dos fatores que levam o homem a não ter uma relação sexual satisfatória. Vamos explicar melhor cada um deles nos tópicos a seguir.

O organismo e as causas que levam à impotência sexual

Quando se trata de impotência sexual, 90% dos homens enfrentam essa disfunção devido a causas orgânicas. Portanto, existe algo no corpo que não está funcionando bem, levando a esse problema.

Saiba quais são as principais causas orgânicas que levam à impotência sexual.

Doenças vasculares

Problemas vasculares são a principal causa orgânica de impotência sexual e, consequentemente, a maior causa dessa disfunção.

Lembre-se de que, para que o homem tenha uma boa ereção, o sangue precisa chegar ao pênis e preencher os corpos cavernosos. No entanto, problemas cardiovasculares dificultam uma ou mais etapas desse processo.

Então, se as veias e artérias foram estreitadas pela aterosclerose, haverá dificuldade para o sangue chegar ao local. O envelhecimento do endotélio altera os níveis de óxido nítrico, dificultando o relaxamento dos corpos cavernosos e a entrada de sangue.

A hipertensão arterial também dificulta a circulação do sangue e, portanto, a ereção. Como se isso não bastasse, a medicação que combate a doença prejudica esse processo e imede uma boa ereção.

De fato, a relação entre impotência sexual e doenças cardiovasculares é tão grande que, além de solucionarem o problema para melhorar a vida sexual do homem, os médicos entendem que a disfunção pode ser um alerta para problemas ainda mais graves. Por isso, é fundamental buscar tratamento.

Doenças hormonais e diminuição da libido

Diabetes e hipotireoidismo são doenças que causam problemas hormonais. Elas afetam todo o metabolismo e funcionalidade sexual do corpo do homem, levando o mesmo à impotência sexual.

A diabetes e o hipotireoidismo diminuem a produção de testosterona, que é responsável pela libido. A falta de testosterona é uma das causas mais comuns para a impotência sexual.

Uso excessivo de remédios

Remédios utilizados para tratamentos crônicos como depressão ou pressão alta podem trazer efeitos colaterais a longo prazo. Assim, eles levam o homem a conviver com a impotência sexual durante anos.

Uso excessivo de antidepressivos, anti-hipertensivos ou antipsicóticos são os relatos mais comuns de que levam à impotência sexual.

Alguns destes remédios informam através da bula seus efeitos colaterais. Ao identificar a disfunção, é necessário consultar o médico que os receitou, abrindo assim opções para novos tratamentos.

Hábitos que causam impotência sexual

Porém, não são apenas os fatores fisiológicos que estão entre as causas que levam à impotência sexual. Hábitos como o alcoolismo, tabagismo e uso de drogas também podem gerar disfunções.

O consumo exagerado de álcool, mesmo que pontual, pode impactar negativamente o desempenho sexual naquele dia. Em outro post, já explicamos como beber prejudica a saúde sexual masculina.

A situação se torna ainda mais grave quando falamos da dependência de álcool a longo prazo. Ela não só afeta o corpo todo negativamente e o sistema nervoso, mas também atinge a região genital.

Isso dificulta a circulação do sangue, que é necessária para iniciar ou manter a ereção. Assim, o consumo frequente de bebida alcoólica é uma das causas que levam à impotência sexual.

Já o tabagismo estreita as veias e artérias, além de entupi-las. Consequentemente, ele prejudica a circulação sanguínea, impedindo que o pênis receba a quantidade de sangue necessária para uma boa ereção.

Outras drogas como cocaína e heroína, além das alterações psicológicas, tendem a fazer o mesmo processo no corpo. Porém, seu efeito é mais rápido do que o álcool e o cigarro.

Fatores psicológicos que levam à impotência sexual

Traumas e insegurança

Questões psicológicas causam uma série de problemas tanto ã mente quanto ao corpo. Assim, quando uma pessoa sofreu grandes traumas ou se sente insegura quanto à sua imagem, aparência ou mesmo ao seu sucesso, isso pode influenciar na saúde sexual.

Alguns homens carregam traumas de relacionamentos anteriores ao longo de toda a vida. Podem ser fatos extremamente graves, como abusos, ou situações que não são consideradas tão relevantes, mas que causaram grande impacto em sua autoestima.

Porém, nesse aspecto, o homem precisa prestar bastante atenção. Pode realmente ser verdade que sua impotência sexual seja uma consequência de traumas e insegurança, mas nem sempre é isso que acontece.

Portanto, diante de disfunções sexuais, o homem deve procurar um especialista de confiança. Primeiro, ele solicitará exames para descartar qualquer problema orgânico, para que o paciente saiba exatamente o que precisa tratar.

Depressão, ansiedade e medicamentos para combatê-las

Homens que possuem ansiedade, depressão, entre outros transtornos mentais, se sentem mais inseguros. Infelizmente, isso faz com que eles dificilmente busquem auxílio para tais problemas.

A própria depressão causa diminuição da libido e pode ter como resultado a impotência. Porém, somados à doença, alguns medicamentos para tratá-la também têm impacto sobre a saúde sexual.

O fato é que nem mesmo a Ciência conseguiu entender plenamente por que os antidepressivos causam essas disfunções. Nem sempre é possível distinguir quando o problema é causado pelo medicamento ou quando é causado pela própria depressão.

Portanto, o paciente precisa realizar o tratamento para a depressão, associar terapias para acelerar a superação da crise e discutir com a equipe médica as melhores alternativas para que sua vida sexual tenha o menor impacto possível.

Cuidar da mente também é fundamental para manter o corpo saudável. Essas questões podem, sim, causar impotência, entre outras disfunções sexuais.

A impotência sexual é um problema comum entre os homens, e pode ocorrer em qualquer idade. Porém, muitas vezes ela tem solução.

Quer resolver o problema da impotência sexual? Agende hoje mesmo uma consulta com nossos especialistas e desfrute novamente de uma vida sexual saudável.

Rate this post
tratamentos