Não é apenas o estresse que prejudica o desempenho sexual. Entenda outras causas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

estresse prejudica o desempenho sexual

 

tratamentos

O mau desempenho sexual do homem pode ter causas diferentes. Costuma-se associar um desempenho abaixo da média a fatores psicológicos, inclusive ao estresse.

Realmente, o estresse prejudica o desempenho sexual do homem e pode gerar diversos outros problemas na sua vida. Desgastado pela rotina do trabalho, com pouca concentração, o homem pode apresentar dificuldades de manter uma relação sexual de boa qualidade.

Contudo, existem outras causas que interferem na boa performance do homem na cama.

O estresse prejudica o desempenho sexual

A influência negativa que o estresse pode exercer na vida sexual é preocupante. Uma pesquisa realizada em Portugal há alguns anos revelou que estresse e cansaço são as causas principais do mau desempenho sexual masculino, reduzindo a libido.

A imagem, criada pela sociedade, que praticamente “obriga” o homem a ter mais desejo sexual que a mulher e a estar sempre preparado para as relações contribuem para o estresse masculino, já que se trata de mais uma pressão somada às outras do seu dia a dia.

O estresse pode estar associado à ansiedade e à insônia, que também contribuem para o desgaste físico e para o aparecimento de distúrbios sexuais.

Mas, apesar de ser um fato comprovado que o estresse prejudica o desempenho sexual, o homem precisa ficar alerta a outros fatores que também podem prejudicá-lo seriamente.

Os problemas no relacionamento prejudicam o desempenho sexual do homem

A mesma pesquisa que revela que o estresse prejudica o desempenho sexual comprovou que, logo após o estresse, o fator que mais impacta no desempenho sexual masculino é um relacionamento atribulado com a parceira.

Como a relação sexual é feita a dois, conflitos entre o casal acabam reduzindo a libido, provendo o desinteresse, “esfriando” a relação.

A ausência de uma comunicação eficiente entre o homem e a mulher não contribui em nada para a criação de um ambiente aconchegante, favorável ao desenvolvimento do sexo saudável.

estresse prejudica o desempenho sexual

Nos casos de separação e divórcio (principalmente quando o casal já tem filhos), o homem pode se ressentir ainda mais, tendo dificuldades em manter um bom desempenho sexual com outras parceiras.

O tabagismo e o consumo de certas substâncias também podem afetar a performance masculina

Homens que cultivam um ou mais vícios também podem sofrer com um fraco desempenho.

O tabagismo é o vício que mais pode afetá-lo, prejudicando a sensibilidade e a concentração de sangue no pênis, lesando os vasos sanguíneos, estreitando as artérias. O cigarro ainda é um dos principais responsáveis pela disfunção erétil, distúrbio que pode reduzir ao máximo o desempenho masculino (ou mesmo impedir a relação sexual).

Deve-se tomar cuidado também com o álcool em excesso, que afeta a sensibilidade peniana. Em quantidades moderadas, ele pode até agir como estimulante sexual.

Usuários de drogas também sofrem com um desempenho baixo, pois as drogas causam diferentes problemas físicos e psicológicos.

Homens que tomam certos medicamentos (para depressão, hipertensão, diabetes) também podem sofrer alterações na libido e no mecanismo eretor, limitando seu desempenho na cama.

Os hábitos pouco saudáveis devem ser substituídos

Sedentarismo, alimentação irregular, falta de exercícios físicos podem comprometer o desempenho do homem. Acomodado a uma vida parada, ele não terá disposição, nem energia para desenvolver uma relação sexual duradoura e intensa.

Alimentos muito gordurosos ou açucarados, por exemplo, tendem a provocar uma digestão morosa, que tira energia do organismo. Uma má alimentação pode conduzir a doenças no metabolismo e no sistema cardiovascular, que prejudicam a ereção e a lubrificação do pênis.

Sem atividade física, o organismo não produz endorfina, substância que melhora o humor e a autoestima e ajuda no desempenho sexual.

Lembre-se, portanto, que o estresse prejudica o desempenho sexual, mas não é o único fator para isso. Procure evitar o tabagismo e manter uma vida saudável para conservar sua saúde sexual. E, caso sinta algum problema, busque ajuda médica! Aproveite e deixe seu comentário aqui no blog.

 

tratamentos