Como ter mais qualidade no sexo após os 40 anos?

Satisfação sexual faz bem para a saúde em qualquer fase da vida do homem e da mulher. Por isso, é fundamental saber que você não precisa abrir mão da qualidade no sexo após os 40 anos.

O avanço da idade não deve ser motivo para a queda da qualidade no sexo, mas sim uma mudança de percepção em como ele vai fazer parte do seu dia a dia.

tratamentos

Talvez alguns hábitos precisem mudar. Outras vezes, o que precisa de mudança são as nossas atitudes.

Porém, quando o homem entende essas mudanças, se adapta a elas e aproveita esse processo para se conhecer ainda melhor, o ato sexual se torna cada vez mais satisfatório tanto para ele quanto para sua parceira.

Mas como garantir a qualidade do sexo após os 40 anos? Isso é o que você vai descobrir a seguir. Continue a leitura!

Como garantir a qualidade do sexo após os 40 anos

1. Mande seus medos e inseguranças para longe

Ter alguns medos e inseguranças é normal. O corpo muda, o tempo de resposta sexual não é o mesmo e, muitas vezes, o homem percebe que até a ereção não parece tão poderosa como antes.

Porém, você não pode deixar que esses medos dominem a sua mente. Muitas vezes, eles se desenvolvem por causa de algumas mudanças físicas e metabólicas naturais pelas quais o seu corpo passa nessa etapa da vida.

Mas lembre-se que você não precisa temer essas mudanças. Transforme-as em algo positivo, algo que diga algo sobre sua história e seu amadurecimento.

Quanto menos você se prender a essas questões de insegurança, melhor será o sexo com a sua parceira.

Além disso, muitas vezes a relação se torna complicada porque acreditamos que a parceira tem expectativas que não são reais. No entanto, geralmente isso não acontece.

Da mesma forma que a mulher tem inseguranças em relação a características do seu corpo que o parceiro nem nota, o homem pode estar preocupado com algo que definitivamente não tem nenhuma importância para a mulher.

2. Converse com a sua parceira

O diálogo sempre será a melhor solução. Converse com a sua parceira para melhorar a qualidade no sexo de vocês.

Conheçam suas inseguranças, seus desejos, o que gostam e não gostam na hora do sexo. Você vai descobrir, com muita surpresa, que o prazer dela não depende só da penetração.

A comunicação é uma das principais chaves para um bom relacionamento. Isso inclui também o sexo. Assim, os dois ficam conectados e conseguem tirar o maior proveito da relação sexual.

3. Lembre-se de cuidar dos seus hábitos diários

Em qualquer idade, é necessário cuidar da saúde. Assim, mesmo com o passar do tempo, você deverá manter uma rotina de exercícios físicos, se alimentar de maneira correta, não usar drogas e diminuir o consumo de bebidas alcoólicas.

Quanto melhores seus hábitos de vida forem, mais jovem e disposto seu corpo estará. Então, esse cuidado se refletirá em todos os aspectos da sua vida: humor, produtividade, agilidade mental e também no vigor sexual.

4. Qualidade não quer dizer quantidade

Muitos se enganam quando pensam que, para ter garantia na qualidade no sexo, é preciso ter quantidade de prática ao longo da rotina.

No sexo, quantidade jamais quer dizer qualidade.

No entanto, lembre-se de que é natural se sentir cansado e indisposto em alguns dias. Por isso mesmo, você não deve ter vergonha de negar a prática sexual em algum momento.

Assim, quando estiver mais disposto e descansado, você conseguirá dedicar mais atenção à sua parceira, e a satisfação será completa para ambos.

É certeiro que o sexo é muito melhor quando se tem energia disponível para entregar a ele. Portanto, não se trata de uma obrigação ou de uma maratona que tem que ser percorrida.

Ajuste seu ritmo sexual e o da sua parceira ao longo dos anos. Então, sem a pressão da quantidade, o sexo após os 40 anos será cada vez melhor.

5. Ajuste o tempo da relação para garantir sua satisfação no sexo após os 40 anos

No início da vida sexual, homem e mulher possuem ritmos bem diferentes. Assim, na adolescência e juventude, geralmente o homem é comparado a um micro-ondas: esquenta rápido e desempenha sua função com a mesma velocidade.

No entanto, a mulher costuma ser comparada a um forno à lenha — depende de um processo mais longo para chegar à excitação e finalmente obter prazer em uma relação.

Porém, ao longo dos anos, a resposta sexual do homem também passa a ser mais lenta. Isso é ruim? De forma alguma!

Na verdade, esse aumento no tempo de resposta pode ser muito bom para satisfazer sua parceira. As preliminares mais longas ajudarão vocês dois a passarem pelas etapas de uma relação sexual de modo muito mais sincronizado.

Então, ajuste o tempo da relação sexual e desfrute de cada minuto. Você perceberá que o sexo pode ser ainda mais gratificante.

Consulte um especialista para prevenir problemas no sexo após os 40 anos

Para muitos homens, os 40 anos são um divisor de águas. Assim, eles chegam a uma fase de realização pessoal e profissional que traz conforto em vários aspectos da vida.

Porém, ao mesmo tempo, eles podem sentir que estão sofrendo um declínio físico. A forma do corpo já não é a mesma, e podem aparecer as primeiras doenças crônicas.

Tudo isso tem impacto sobre a vida sexual. Portanto, nada melhor que consultar um especialista para ajudá-lo a transpor essa etapa com plena saúde.

O acompanhamento de um médico especialista é essencial para o homem que chegou à faixa etária dos 40 anos.

Ter exames em dia, tratar possíveis sintomas, evitar novos problemas são cuidados primordiais para ter qualidade no sexo em qualquer momento.

O sexo após os 40 anos pode ser ainda melhor!

Na verdade, o período após os 40 anos pode marcar o auge da vida sexual, tanto para o homem quanto para a mulher.

Então, desde que o corpo esteja saudável e a mente livre de preocupações e inseguranças, esse é o momento em que eles têm maiores chances de obter o máximo prazer.

Portanto, deixe o tabu e a vergonha de lado. Agende a sua consulta com nossos especialistas para ver se sua saúde sexual está realmente em dia.

Rate this post
tratamentos