Beber prejudica a saúde sexual masculina?

Onde estaria a coragem de muitos homens se não fosse aquele drink na balada? Sim, para muitos deles, o álcool acaba com a inibição, fazendo com que eles se aproximem das mulheres. Porém, aquela dose de “coragem” traz um outro problema: beber prejudica a saúde sexual masculina.

Não, não há dúvidas quanto a isso. Porém, se você quer entender melhor esse assunto, continue a leitura. Afinal, com conhecimento das consequências do álcool sobre a performance sexual, você pode decidir se os benefícios que ele oferece compensam os problemas que ele causa.

tratamentos

Afinal, por que beber prejudica a saúde sexual masculina?

É difícil para nós acreditarmos que um hábito aceito culturalmente pode nos fazer tão mal. Porém, nossa visão a respeito do álcool não muda o fato de que ele é uma droga, que atua em nosso Sistema Nervoso Central, e que esse é o primeiro fator que prejudica a vida sexual.

No entanto, o álcool prejudica o funcionamento do nosso corpo em outros aspectos, também. Por isso, de forma indireta, ele pode dificultar ainda mais a ereção e a resposta sexual. Veja como isso acontece!

Efeitos do álcool sobre o Sistema Nervoso

Inibição do sistema nervoso

Nosso cérebro tem uma área que processa os estímulos de recompensa e prazer. Assim, essa região é acionada quando comemos um alimento gostoso, nos divertimos, fazemos sexo, e assim por diante.

O álcool inibe o sistema nervoso atuando em regiões cerebrais ligadas ao prazer e excitação. Portanto, embora o homem possa se sentir mais desinibido, a bebida reduz a sensibilidade nas extremidades e, consequentemente, a sensação de prazer.

Então, o consumo exagerado de bebida alcoólica pode desencadear problemas de ereção e da sensação de prazer. Existem estudos que apontam que 11% dos consumidores frequentes de álcool têm dificuldades de atingir o orgasmo.

Dificuldade para conduzir estímulos nervosos

Todas as nossas sensações táteis e térmicas — dor, carícias, prazer, frio, calor, aquele arrepio — dependem da comunicação entre a pele e o cérebro.

Assim, sempre que nós recebemos um estímulo externo, esse impulso elétrico precisa viajar até o cérebro, onde ele será interpretado.

Na relação sexual, não é diferente. Os toques, para serem interpretados como sensações de prazer, dependem de uma boa condução dos estímulos elétricos dentro do corpo.

O problema é que o álcool afeta a condução desse impulso nervoso. Quando a pessoa bebe de forma crônica, o problema é ainda pior.

Os nossos nervos são revestidos por uma capa de uma substância chamada mielina, que é uma estrutura lipídica (gordura). Essa bainha de mielina faz o papel de um isolante, que não permite que o impulso elétrico se perca ao passar pelo nervo.

No entanto, o consumo elevado de álcool destrói gradualmente essa bainha de mielina. Consequentemente, a condução do impulso nervoso fica comprometida, reduzindo a sensação de prazer e reduzindo a resposta sexual.

Outros efeitos do álcool sobre o corpo

Porém, beber prejudica a saúde sexual masculina não só devido ao que acontece com o sistema nervoso. O álcool impacta outras funções do organismo que dificultam a ereção e a sensação de prazer.

Redução do volume de água no corpo

Quando você bebe, desencadeia uma série de agressões ao organismo. Consequentemente, ele vai tentar se defender e eliminar substâncias extremamente tóxicas gerando diversas reações.

Uma delas é a diurese, ou seja, o aumento da quantidade de urina. Por isso, quem bebe sente vontade de ir ao banheiro toda hora.

Mas como isso afeta a ereção e o desempenho sexual? A quantidade de água no corpo diminui devido ao aumento da frequência para urinar. O volume de sangue também fica reduzido.

No entanto, isso acontece ao mesmo tempo em que o homem necessita de mais volume de sangue circulando na região íntima para atingir a ereção.

Ou seja, a diminuição da água no organismo prejudica a circulação sanguínea em todo o corpo, incluindo a região íntima. Sem sangue em quantidade suficiente, não acontece a ereção.

Redução na produção de testosterona

Beber prejudica a saúde sexual masculina também porque interfere na produção de testosterona. Esse é um problema grave, que pode causar não só a impotência, mas a infertilidade.

O álcool atrofia as células que produzem testosterona e que fazem parte dos testículos. Assim, ocorre uma redução nos níveis de hormônio masculino e o surgimento de problemas como ginecomastia (aumento das mamas).

Surgimento de doenças

Além do consumo pontual, uma pessoa que bebe com frequência aumenta suas chances de desenvolver várias doenças crônicas.

Assim, ela pode se tornar dependente de uma série de medicamentos que, entre seus efeitos colaterais, causam problemas de ereção e impotência sexual.

A partir de quantas doses beber prejudica a saúde sexual?

Do ponto de vista da saúde, não existe um limite seguro para o consumo de álcool. Porém, o efeito imediato dele sobre a ereção depende de diversos fatores.

Um deles é a proporção entre a quantidade de álcool que a pessoa ingere e seu volume corporal. Quanto maior é o indivíduo, menos efeito terá aquela bebida em seu corpo.

A verdade é que, dependendo do peso e tamanho do corpo da pessoa, consumir mais do que dois drinks já pode afetar a capacidade de sentir prazer.

Vale a pena beber ou é melhor preservar a saúde sexual?

As decisões são individuais. Por isso, essa é uma resposta que cada homem precisa dar a si mesmo, de acordo com suas prioridades. Porém, com informação, essa decisão é tomada de forma consciente.

Para muitos homens, a bebida alcoólica é uma forma de conseguir ficar mais desinibido e tornar os momentos íntimos mais fluidos e atraentes.

No entanto, é fundamental entender que, o que pode parecer estimulante, é um perigo para o organismo de maneira geral e pode também afetar a vida sexual masculina.

Por todos esses motivos, o consumo exagerado do álcool pode levar o homem a desenvolver impotência, situação essa que impacta na autoestima, amor próprio, convívio social e em muitos outros aspectos da vida.

Se cuide. Se informe. Fique atento aos seus hábitos e peça ajuda sempre que achar necessário.

Lembre-se de que os especialistas da Lifemen estão à sua disposição para ajudá-lo a identificar as causas de problemas sexuais e propor soluções para uma vida íntima muito mais satisfatória.

Rate this post
tratamentos