4 principais causas da impotência sexual

impotência sexual

A disfunção erétil continua sendo o maior temor dos homens e, infelizmente, ainda é bastante comum no mundo todo. O medo da impotência leva o homem a fazer uso de “receitas milagrosas” sempre na esperança de evitar ou tratar o problema sem a necessidade de visitar um médico.

tratamentos

A atitude preventiva é fundamental, como também é fundamental visitar o médico especializado em saúde sexual masculina. Veja a seguir 4 causas da impotência sexual e previna-se!

1. O uso de drogas, fumo ou álcool em excesso

Esse é um perigo que afeta o homem de qualquer idade, inclusive jovens. O consumo excessivo de álcool, de cigarros e drogas pode provocar impotência sexual em médio ou longo prazo. No caso de drogas, isso pode ocorrer em um tempo muito curto.

Substâncias como drogas alteram a saúde de todo o corpo humano, causando transtornos em diversos sistemas, incluindo o reprodutor. O consumo delas pode causar queda drástica na libido e disfunções no mecanismo de ereção. O fumo também é uma das mais comuns causas da impotência sexual, pois a nicotina contribui para o entupimento das artérias, prejudicando o fluxo sanguíneo, fundamental para manter o pênis ereto.

O álcool, em doses pequenas, pode até estimular a libido e ajudar no desempenho sexual. Mas, em excesso, tende a prejudicar o processo de ereção.

2. Algumas doenças e medicamentos

Certas doenças predispõem o organismo à impotência sexual. É o caso do diabetes, hipertensão arterial, obesidade, aterosclerose, insuficiência renal, esclerose múltipla, Mal de Parkinson, Alzheimer, distúrbios hormonais e outras.

Uma das características principais do diabetes é o entupimento de veias e artérias. Para o pênis conseguir e manter uma ereção é necessário o fluxo sanguíneo nos corpos cavernosos, o que não acontece quando esses canais de circulação do sangue se encontram obstruídos. A obesidade, devido ao acúmulo de gordura, também favorece o entupimento das veias e os problemas de ereção.

clínica de saúde sexual Lifemen

Os distúrbios hormonais alteram a quantidade de testosterona no organismo masculino ou são responsáveis por enfermidades endócrinas. A testosterona é o hormônio masculino mais importante. Quando não apresenta testosterona suficiente, o homem pode sofrer com a queda do desejo sexual e com a disfunção erétil.

Muitos medicamentos tomados para tratar essas doenças também interferem negativamente na concentração de sangue no pênis, principalmente aqueles tomados contra hipertensão e depressão.

3. Os problemas emocionais

Os problemas que afetam as emoções também podem ser causas da impotência sexual. A depressão é uma das mais conhecidas, considerando que envolve uma série de emoções negativas.

Ansiedade, angústia, tristeza em excesso, medo, dificuldades no relacionamento com a parceira, traumas, insatisfações, preocupações financeiras. A estrutura emocional é de fundamental relevância para a saúde sexual. O lado emocional pode afetar bastante o lado físico do homem e, quando a impotência é provocada (totalmente ou em parte) por questões emocionais, recomenda-se a psicoterapia como uma das formas de tratamento.

4. Os problemas que afetam diretamente no órgão sexual

Há alguns problemas que podem afetar diretamente o pênis. É o caso de certas deformidades, como a Doença de Peyronie, passível de cirurgia. Essa doença caracteriza-se pela curvatura exagerada do órgão sexual, dificulta a penetração e pode levar à impotência sexual. Trata-se de um tipo de fibrose peniana.

O órgão sexual também pode apresentar cistos ou tumores, adquiridos ou de nascença, que influam no desenvolvimento da disfunção erétil.

Quais dessas causas da impotência sexual você considera mais perigosas? Você sofre com esse problema? Já procurou uma clínica especializada? Faça seu comentário sobre o assunto!

5/5 - (1 vote)
tratamentos