Atendimento: 3003-0404

São Paulo | Rio de Janeiro | Minas Gerais | Bahia | Brasília | Campinas

Problemas de Ereção (causas, tratamento e prevenção)

O problema de ereção do homem é a dificuldade persistente de obter e/ou manter uma ereção suficiente para permitir uma atividade sexual adequada.

Um estudo realizado pela USP, aponta que metade dos problemas sexuais no homem correspondem à disfunção erétil (problema de ereção). Destes 50% dos homens adultos com mais de 40 anos têm alguma queixa em relação às suas ereções. O desejo sexual (libido) permanece intacto, mas a rigidez e duração da ereção não são suficientes para se ter uma boa relação sexual. Ocasionando problemas para o paciente e sua parceira, que quase sempre se sente culpada, achando que o companheiro não tem mais desejo nela, trazendo desconfiança na relação.

Problemas de Ereção, Causas e Tratamentos do Problema de Ereção

Prevenção da Ereção masculina

Para previnir o problema de ereção, é importante que cada indivíduo procure manter uma relação saudável com a sua companheira, procurar por hábitos alimentares saudáveis e principalmente ter uma vida com exercícios físicos, que ajudam a estimular todo o organismo.

Confira as dicas Lifemen, para uma vida sexual saudável: Dicas Lifemen para uma vidasexual saudável

Causas do problema de Ereção do homem

As duas principais causas dos problemas relacionados a ereção do homem e está relacionado ao psicológico do homem e fatores físicos da saúde do homem.

Os fatores psicológicos, nervosismos, tensão e medo durante a ativida sexual acaba afetando o desempenho do homem. O nervosismo ou o medo do fracasso causam liberação maior de adrenalina resultando em redução do fluxo sanguíneo necessário para obter ou manter a ereção. Após se repetirem fracassos sucessivos, o corpo se habitua a liberar adrenalina no exato momento em que o indivíduo pensa na relação sexual. Isto pode se tornar um ciclo difícil de ser revertido sem ajuda.

As causas mais comuns dentre elas são:

  • ansiedade de performance (resultados);
  • depressão;
  • conflitos nos relacionamentos;
  • perda de atração;
  • inibição sexual;
  • conflitos na preferência sexual;
  • abuso sexual na infância;
  • medo de gravidez ou de doenças sexualmente transmissíveis (DST)

Grande parte dos fatores físicos que dificultam a ereção do homem está ligado a saúde do homeme. Veja a seguir a lista dos principais problemas que estão relacionados e que podem causas algum problema no seu desempenho sexual:

  • diabetes;
  • hipertensão arterial;
  • colesterol alto ou triglicérides;
  • tabagismo;
  • uso excessivo de bebidas alcoólicas;
  • arteriosclerose (aumento, espessamento e endurecimento das artérias do pênis)

Tratamentos para Problemas de Ereção

O tratamento ideal para disfunção erétil (problema de ereção) vai depender de cada caso em particular. É muito importante cada indíviduo que se encontra nesta situação não tente manipular medicamentos e métodos sem a participação de um médico especialista.

Dentre os principais tratamentos para pessoas que possuem algum problema de disfunção sexual, podemos destacar:

Terapia sexual – Sempre que houver significante achado psicopatológico referente à Disfunção Erétil (DE) o tratamento psicológico poderá ser instituído, não somente para os homens, como também para o casal, se necessário.

Aparelhos de vácuo – Estes aparelhos agem fazendo uma pressão negativa externa aos corpos cavernosos, fazendo com que seja aumentado o fluxo sanguíneo e podendo causar ingurgitamento e ereção conseqüente.

Farmacoterapia oral – Podem ser usados vários tipos diferentes de comprimidos para que a ereção possa ser conseguida, através de medicações relaxantes da musculatura peniana. Seu uso é limitado devido a variados efeitos colaterais indesejados com a medicação oral em tempo longo.

Farmacoterapia intrauretral (MUSE) – É o uso de medicação específica alprostadil, a ser colocada dentro da uretra distal, com aparelhagem específica, e através de absorção local, possa por contigüidade ser transmitida aos corpos cavernosos e as substâncias vasoativas possam agir, em um tempo curto, alguns com bons resultados.

Medicação transdérmica (Reposição hormonal) – Quase sempre a base de hormônios, ou de substâncias vasoativas, que atuarão também no sentido de conseguir-se vasodilatação, ou de testosterona baixa, porem neste caso tem que ser tomado muito cuidado para se evitar complicar outros problemas de próstata, como câncer ou hipertrofia.

Cirurgia de revascularização ou de próteses - Só deverá ser realizada sob indicação precisa e específica de seu médico, ou quando os outros métodos para o tratamento da Disfunção Erétil (DE), não surtirem o efeito desejado. Entretanto, quando indicado, é o método de escolha para pacientes que não se adaptem a outros tipos de tratamento.

Dúvidas sobre Disfunção Erétil?
Pergunte ao Médico







Email Telefone